Doe
login

Informa PHI

Artigos e entrevistas

Storytelling para projetos sociais

Quanto mais histórias de transformação social forem contadas, e quanto mais espaço nas redes e mídias elas ocuparem, mais pessoas – inclusive potenciais doadores – vão se inspirar e gerar novas histórias de transformação social. Por isso, o Instituto Phi dá algumas dicas para organizações e negócios sociais contarem suas histórias a partir dos princípios do storytelling.

Storytelling é a arte de contar histórias para criar uma conexão com sua audiência. Para isso, utiliza elementos específicos em eventos com começo, meio e fim, conectando-se com o interlocutor no nível emocional.

A sua perspectiva

A Wikipedia já fornece conteúdos objetivos, listando fatos e fornecendo dados. Então, em vez de escrever como uma enciclopédia online, leve sua audiência para uma jornada. Por mais que o seu conteúdo não seja originalmente uma narrativa, é possível fazer com que seja, abordando o tema sob uma perspectiva única: a sua.

Componentes

Não existe receita de bolo para se contar boas histórias, mas há quatro componentes fundamentais para o storytelling: protagonista, objetivo, conflito e transformação. Um personagem lutando contra forças antagônicas para alcançar um objetivo. Mostrar como os desafios transformaram o protagonista é uma forma de mudar a perspectiva da audiência.

Para fazer um bom storytelling, é importante aprender algumas técnicas essenciais:

1. De A a B

Leve o leitor de um ponto A até um ponto B: histórias sem final ou sem ordem cronológica podem funcionar bem em filmes artísticos e na literatura, mas não são indicadas quando uma mensagem deve ser facilmente transmitida e reproduzida.

2. Viradas na trama

Todo leitor gosta de ser surpreendido, por isso obras que usam viradas na trama e quebras de expectativas são tão populares. Use a criatividade para atrair e envolver o seu leitor, mas tome cuidado para não fugir do objetivo principal.

3. Emocione

Histórias que estimulam emoções positivas são mais amplamente compartilhadas do que aquelas que provocam sentimentos negativos. Estimule o público a terminar de ler com um sentimento positivo no peito. Isso não significa que se deva apenas falar de coisas boas e não exibir problemas.

Narrativas

Essa história pode ser contada por diferentes meios: escrita, em áudio, em vídeo. Pode ir para o seu site, suas redes sociais, ser apresentada numa palestra. O importante é que histórias mudam pessoas e pessoas mudam o mundo!

2 comentários sobre “Storytelling para projetos sociais

  1. Gostei muito da aplicação dessa metodologia para projetos sociais, excelente! Tenho atuado levando as ferramentas de gestão para o terceiro setor e tem sido muito bom!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS DO INFORMA PHI

Artigos e entrevistas

Boletim Phi: Cultura de doação para além da crise

Artigos e entrevistas

Boletim Phi: Malabarismos para sobreviver

Artigos e entrevistas

‘Quando a gente não atrapalha, a natureza responde rápido’

Artigos e entrevistas

Boletim Phi: Plantando o amanhã

Artigos e entrevistas

Boletim Phi: A distância que nos une

Artigos e entrevistas

Boletim Phi: Juntos, cuidando do outro
Português do Brasil
English (UK) Português do Brasil
Criado e desenvolvido pela Refinaria Design