Doe
login

Informa PHI

Artigos e entrevistas

4 passos para cultivar um comportamento mais altruísta

Altruísmo envolve agir por preocupação com o bem-estar de outras pessoas – não porque você se sente obrigado por dever ou motivos religiosos, mas simplesmente pelo desejo genuíno de ajudar, sem qualquer expectativa de recompensa.

Algumas pessoas têm naturalmente tendências altruístas, mas há coisas que podemos fazer para ajudar a promover a generosidade em nós mesmos e nos outros. Segundo pesquisa científica*, o altruísmo ativa os centros de recompensa no cérebro. Assim, os sentimentos positivos criados por ações compassivas reforçam os comportamentos altruístas.

Com a proximidade do Dia de Doar, uma data especial para celebrar a generosidade e a cultura da doação no mundo todo, que este ano será em 29 de novembro, listamos 4 passos para cultivar um comportamento mais altruísta:

  1.  Encontre inspiração: procure pessoas inspiradoras que se envolvam em atos altruístas. Ver outros trabalhando para melhorar ativamente a vida de indivíduos e comunidades pode inspirá-lo a agir de forma altruísta em sua própria vida.
  •  Pratique a empatia: em vez de se distanciar dos outros, pratique a empatia construindo conexões e colocando um rosto humano nos problemas que você vê. Pense em como você se sentiria nessa situação e pense em coisas que você pode fazer para ajudar a fazer a diferença.
  •  Defina uma meta: encontre maneiras de realizar regularmente atos aleatórios de altruísmo. Pode ser uma boa ideia se voluntariar em sua comunidade: prepare uma refeição para alguém necessitado, doe durante uma campanha de doação de sangue ou passe algum tempo como voluntário para uma organização local.
  •  Faça disso um hábito: tente manter a bondade em primeiro lugar em seus pensamentos. Por exemplo, pense nos atos altruístas que você realizou, como eles podem ter ajudado alguém e como você pode repeti-los daqui para frente. Ou considere realizar pelo menos um ato de bondade por dia e reserve algum tempo para refletir sobre isso.

Fique atento!

As interações têm uma grande influência no comportamento altruísta. Desta forma, a socialização pode ter um impacto significativo nas ações das crianças, o futuro de nosso planeta. Em um estudo, as crianças que observaram simples atos recíprocos de altruísmo eram muito mais propensas a exibir ações altruístas.

* A pesquisa, da Universidade de Zurique, está publicada na revista científica Nature.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS DO INFORMA PHI

Nossa Rede

Investimento social corporativo brasileiro

Artigos e entrevistas

Apoio Phi para a formalização: luta pela visibilidade dos catadores de caranguejo ganha força

Histórias do mês

Uma reviravolta na vida de Rebeka

Oportunidades

Desafio Fundo Catalisador 2030

Livros & Filmes

Torto Arado

Nossa Rede

Como as ONGs podem apoiar as empresas nas metas ESG
Português do Brasil
Criado e desenvolvido pela Refinaria Design. Atualizado pela Sense Design.