Doe
login

Projetos Apoiados investimento social

Instituto Phi integra plataforma de “investimento com propósito” da Órama

Você sabia que o Instituto Phi integra a Plataforma de Propósitos da Órama Investimentos? Ou seja, os investidores que têm aplicações financeiras na corretora podem fazer doações para o Instituto Phi sem desembolsar nada. É possível começar a investir com qualquer valor.

Funciona assim: os clientes escolhem, dentre as organizações sociais parceiras, como o Instituto Phi, qual quer apoiar. Então, a plataforma destina à organização 50% da receita que os investimentos normalmente geram às instituições financeiras. Ou seja, a Órama, via Plataforma de Propósitos, abre mão de 50% da receita gerada ali para destinar aos parceiros do Terceiro Setor.

Dessa forma, o investidor pode ajudar uma causa com a qual tem afinidade, sem desembolsar nada a mais por isso. Não há cobranças na abertura e manutenção de conta.

“Para quem não sabe onde alocar os recursos, tem uma assessoria de investimentos com uma equipe altamente capacitada, tem o YouTube da Órama, com as estratégias de investimentos do mês sugeridas pela nossa estrategista-chefe Sandra Blanco, e não tem valor mínimo para investimento. Então, é uma escolha financeira com duas motivações muito poderosas: cuidar do seu futuro financeiro e, ao mesmo tempo, cuidar da sociedade e provocar impacto positivo”, explicou a gerente de Comunicação da Órama Investimentos, Mariana Ayres, em uma live no Instagram do Instituto Phi, com nossa diretora Luiza Serpa.

Mariana explicou ainda que quem já investe na Órama e quer investir via Plataforma de Propósitos, pode fazer um processo de portabilidade, assim como investidores que têm aplicações em outras corretoras.

Ela também frisou que a dinâmica de doações foi desenhada para gerar uma receita recorrente às organizações, não apenas pontual.

“Os recursos seguem sendo enviados mensalmente para as entidades enquanto o investidor mantiver o dinheiro aplicado”, explicou a gerente da Órama.

As outras organizações parceiras da Plataforma de Propósitos da Órama são Médicos Sem Fronteiras, Instituto Desiderata, Fundação SOS Mata Atlântica, Instituto Luisa Mell e Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM).

Para conhecer a plataforma, acesse https://www.orama.com.br/plataformadepropositos.

Vigência: , , , .

Guia sobre investimentos e negócios de impacto socioambiental

Esse guia é resultado de um trabalho em rede. O FIIMP (Fundações e Institutos de Impacto) é um grupo de fundações e de institutos familiares, corporativos e independentes que atuou em conjunto entre 2018 e 2020.

As experiências e os conhecimentos aprofundados foram compilados nesse guia para compartilhar com organizações que desejam apoiar e investir nesse ecossistema. Para ler o conteúdo completo, clique aqui.

Vigência: , , , , , .

Uma rede para mobilizar investimentos de impacto

Não foram meses fáceis, mas entre as dificuldades se esconde uma oportunidade. Exatamente assim entendeu a equipe da Latimpacto, uma rede multissetorial sem fins lucrativos que reúne filantropos e investidores sociais (fundações, empresas, investidores, family-offices, consultorias, academia e poder público), com o objetivo de mobilizar capital (humano, intelectual e financeiro) para apoiar de maneira mais eficiente organizações sociais, aplicando os princípios de investimento para impacto. O Instituto Phi é o gestor financeiro na iniciativa no Brasil.

Durante estes dias, a equipe da Latimpacto colocou toda a sua energia para fazer acontecer esta rede, visando estimular oportunidades a partir da geração de conhecimento de alto nível, compartilhamento entre pares e estabelecimento de conexões que nos permitam promover projetos de maior impacto.

Assim, hoje há avanços concretos para compartilhar, começando pelo site da Latimpacto, que já está disponível, em português, espanhol e inglês. A página, além de conter informações relevantes da Rede, também possui um repositório importante de documentos de interesse, como a tradução de relatórios, webinars realizados durante o ano e convites para eventos futuros.

A Latimpacto está vinculada a um movimento global de redes de venture philanthropy que estão demonstrando sua capacidade de gerar impacto real e sustentável. São elas: a EVPA – European Venture Philanthropy Association e a AVPN – Asian Venture Philanthropy Network, que atualmente somam cerca de 1.000 membros em mais de 50 países, além dos esforços que estão sendo feitos na África com a criação da AVPA – African Venture Philanthropy Association. Estas redes se conectam através do International Venture Philanthropy Centre (IVPC).

Visite o site para saber mais!

Vigência: , , .

O crescimento do investidor social corporativo

European Venture Philanthropy Association (EVPA) e Stanford Social Innovation Review (SSIR) lançaram, em sua última edição de verão, o artigo “The Rise of the Corporate Social Investor”, que explora como os investidores sociais corporativos, como fundações empresariais ou fundos de impacto, podem se alinhar com a empresa mantenedora para maximizar seu impacto. Com base numa pesquisa recente da EVPA sobre alinhamento estratégico, este artigo apresenta pela primeira vez a tipologia completa do alinhamento, apresentando os quatro tipos identificados: alinhamento com os negócios, alinhamento com o setor, alinhamento temático e alinhamento não material.

O artigo foi traduzido para o português pela Latimpacto e pode ser lido aqui.

Vigência: , , .

A consciência do propósito social nos negócios

O colunista Renato Bernhoeft analisa que empresas familiares milionárias estão buscando alternativas de investimento

*Texto publicado originalmente no jornal Valor Econômico

As últimas informações e análises do mercado financeiro no mundo todo – Brasil incluído – mostram uma forte concentração da riqueza em detrimento de uma distribuição de renda mais justa. Entretanto, o crescimento dessas fortunas vem ocorrendo no universo de novos empreendedores, figuras que tem tido relativo e rápido sucesso em novos negócios, especialmente nas áreas de tecnologia e serviços. Paralelamente, muitas famílias tradicionais foram destruindo patrimônio e laços familiares pelo despreparo dos herdeiros.

Uma pesquisa anterior já constatou que 70% das empresas familiares que desapareceram,  foram compradas por outros grupos, por conta de conflitos familiares ou societários entre seus descendentes. Causados também por empresários e patriarcas centralizadores ou pais ausentes na formação dos filhos.

Este panorama já está exigindo que as instituições financeiras, gestoras de fortunas, tenham que ampliar sua visão e as formas de agregar valor social ao patrimônio dos seus clientes. Em declarações recentes, a gestora de planejamento patrimonial, Mariana Oititica – sobrinha- neta do artista plástico Hélio Oititica (1937/1980) – afirmou que “as famílias estão cada vez mais imbuídas de criar um legado, especialmente as segundas e terceiras gerações. Há uma vontade crescente de fazer coisas que gerem valor”.

Essa visão de propósito social está focada nas formas, e busca de alternativas, que não apenas visem ampliar os rendimentos financeiros, mas também encontrar maior sentido para o capital. Além de uma afetiva contribuição da família para construir um mundo mais justo.

Vale registrar que uma boa parte desta nova consciência social que vem surgindo em algumas famílias empresárias tem sido provocada pela presença e atuação das figuras femininas no universo decisório. Demonstrando uma visão mais “holística” e abrangente do universo corporativo, as mulheres vêm conquistando influência e poder.

As novas iniciativas podem envolver filantropia, fundações, institutos ou apoio a entidades já existentes, com ações nas áreas de educação, meio ambiente, saúde, envelhecimento, habitação, assistência infantil, entre outras. Uma instituição já bastante reconhecida no Brasil é o IDIS – Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social – que atua no engajamento e preparo de famílias, empresas e comunidades nos processos de contribuição social. Sua atuação tem se ampliado ao longo dos últimos anos.

* Renato Bernhoeft é fundador e presidente do conselho da höft consultoria. Autor de livros sobre empresas familiares, sociedades empresariais e qualidade de vida.

Vigência: , , , .

Português do Brasil
English (UK) Português do Brasil
Criado e desenvolvido pela Refinaria Design. Atualizado pela Sense Design.